Renegados descruzam os braços a favor da produtividade e subsistência sem conflitos

Grupo que organiza o Motorcycle apoia movimento da Famasul em prol de justiça e paz para todos




Os integrantes do Renegados da Fronteira Moto Clube, resolveram  ‘descruzar os braços’ em favor da campanha da Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (FAMASUL) e saíram as ruas para demonstrar apoio ao movimento que prega justiça e paz para produtores rurais e a comunidade indígena de Mato Grosso do Sul.

De acordo com o movimento da campanha da Famasul, o estado é celeiro de desenvolvimento do agronegócio e abastece o Brasil e o mundo e lembra que os conflitos atuais fazem de índios e produtores rurais oponentes em disputas sem vencedores.

As ações de demarcações, segundo a Famasul, orquestradas por interesses mascarados e invasões que afrontam as leis, comprometem o desenvolvimento de Mato Grosso do Sul e das pessoas que sobrevivem das terras produtivas do estado, sejam índios ou produtores rurais.

Segundo a Famasul, as invasões representam um atentado contra as propriedades produtivas, os direitos individuais e a manutenção de uma economia forte e pujante. Para a entidade ruralista, as questões indígenas precisam ser resolvidas dentro da legalidade, promovendo tranquilidade para todos viverem e produzirem dentro de seus objetivos, propiciando assim, a continuidade do desenvolvimento do estado e a subsistência do indígenas e afirma que está do lado da legalidade, apoiando o diálogo sem conflitos para que os direitos de todos sejam assegurados em nome do setor e também do respeito e preservação das questões indígenas.

O presidente do Renegados da Fronteira Moto Clube, Paulo Vieira, disse que o movimento do grupo é a favor da justiça entre indígenas e produtores. “Estamos a favor da produção da justiça social para os indígenas, respeito a propriedade dos ruralistas. Tudo isso, sem prejudicar nenhum dos lados. O nosso estado e a nossa região, vive da agropecuária e sabemos o que as invasões e demarcações indiscriminadas podem causar impactos desastrosos. Por isso estamos apoiando a campanha da Famasul, que prega justiça e produtividade e subsistência para todos. Esse é o primeiro passo de apoio aos ruralistas. A diretoria do Renegados está entrando em contato com o Sindicato Rural e todos que apoiam a causa, que hoje é uma preocupação de todas as esferas. Vamos continuar nossas ações de apoio ao dialogo e entendimento”, declarou.

 

FONTE: Ed Moreno